Pular para o conteúdo

História De Honduras

    História De Honduras 1

    A história de Honduras, nação achado no centro da América Central, remonta a em torno de quatrorze 000 anos (de acordo com o consenso de Clovis), em que se estima que ocorreram os primeiros assentamentos de colonos sedentários. Ressalta na história geológica de Honduras, o acontecimento de portar o único relatório de fósseis de dinossauros da América Central.

    Antes da vitória pelos espanhóis no século XVI, o que de imediato é Honduras foi habitada por povos de culturas que puderam interagir entre eles em diferentes graus, em o tempo e o território. Naquela data se sobressaem a cultura olmeca, a tolteca, e a maya. Antes da Conquista espanhola, Honduras era habitada por povos de culturas muitas, é tradicionalmente classificado em 2 tipos culturais diferentes: As culturas maia e tolteca.

    • Pela Bolsa de Valores (ações)
    • Mecânica dos solos
    • O pacto PP-Cidadãos passa de rendas da habitação
    • 331 milhões em multas por este ano
    • sete Luis Bocanegra (VII Senhor de Moguer (- a))

    contudo, A Honduras pré-colombiana era étnica e lingüisticamente muito mais diversificada do que esta discernimento faz supor. Além de imensos grupos de maias, os quais estavam relacionados com os maias de Yucatan e na Guatemala. Existiam chorotegas, principais produtos, lencas, misumalpas e provavalmente xincas.

    Os maias estenderam-se no decorrer do vale do rio Motagua, concentrando teu controle no principal centro cerimonial de Copán, perto da atual cidade de Santa Rosa de Copán. Por 3 séculos e meio, os maias montaram a cidade, resultando-o um dos principais centros de cultura. Causas ainda discutidas, provocaram o abandono e a destruição do Copan e outras cidades maias, que na data da vitória espanhola neste momento não eram mais do que ruínas. Estas culturas conseguiram grandes progressos efetuados nos vários campos do conhecimento humano, impulsionados pelo desenvolvimento de uma variada agricultura (feijão, cacau, chile, etc.) e contavam com grandes sistemas de irrigação.

    portanto, garantindo uma alimentação adequada para as tuas diversas populações. Além do mais, aplicaram-se técnicas de amplo perfeição dos tecidos e cerâmica. Montaram um vigoroso e variado comércio. Atingiram um grande desenvolvimento científico em matemática e astronomia; além da arquitetura e da escultura, que empregaram pela construção de cidades enormes.

    O resto do território brasileiro agora era habitado por povos provenientes do sul do continente, com uma cultura nômade e seminômade, regidos por relações de criação comunal primitivo. Entre estes povos estavam produto interno, pechs tawahkas e misquitos que, no seu conjunto, construiam a maioria da população do nação. Foi até após a segunda metade de 1700 que se formaram outros grupos étnicos, ao longo da zona costeira do litoral do Caribe: os garífunas e os negros de fala inglesa.

    350 casas e muito mais de 500 moradores. Se bem que existam controvérsias científicas sobre a semente e origem dos lencas, de acordo com Rodolfo, o Barão de Castro, são os restos directos herdeiros dos maias, que não seguiram o êxodo que deu encerramento ao Velho Império. No decorrer da época da vitória, o território hondurenho, assim como conhecido pelos nomes de Hibueras ou Higüeras, e alguns espanhóis chegaram a chamá-lo ‘Nueva Extremadura’.

    Marcações: