Pular para o conteúdo

“Eu Queria Ir Muito Rápido E A Vida Me Passou Factura”

    "Eu Queria Ir Muito Rápido E A Vida Me Passou Factura" 1

    Parece que Chabelita vai encontrando o teu caminho profissional, insuficiente a insuficiente. A filha de Isabel Pantoja, de dezoito anos, transferiu-se há alguns meses na Telecinco e, após mostrar-se no programa “Cazamariposas” com a tua própria seção, já, a jovem tem uma sério tarefa: ser estilista de “Mulheres e homens e vice-versa”. O programa com mais músculos e mais t-shirts de alças tem um novo profissional que com a sua idade e experiência, você será capaz de aconselhar as pretendientas e tronistas sobre o assunto como se vestir para desejar.

    Na sua estreia no programa, Chabelita se encontrava em casa. Não em irão, ao teu lado estava sentada, tua prima, Anabel, que trabalha no modelo desde há meses. Também tinha uma conhecida entre as tronistas: Triana. A penúltima namorada do seu ex, Kiko Rivera, que também tonteó com Alberto Ilha. Mas, quem sabe a presença que mais entusiasmo tem sido feito tem sido a de seu confessor, seu amigo Sema. Os adolescentes disseram que se conhecem desde há dois anos, que tornaram-se amigos em um internato. Triana disse que com Chabelita “se dava super bem”; por teu lado, a filha da tonadillera garantiu que a todo o momento pega “muito afeto pra noivas” de teu irmão.

    Como se de “salva-me Deluxe” se tratasse, Chabelita foi sincerado com Emma Garcia. “Eu sou muito jovem, eu queria deslocar-se muito veloz e a vida me foi adiantado para mim. Me passou factura, porém irei tentar aperfeiçoar um pouco”, explicou. Com cara séria e com gesto penitente, Chabelita reconheceu que teria que ter feito caso a sua mãe. Entretanto, a jovem foi profunda: “não me arrependo já que foi uma fase maravilhosa da minha existência”.

    O triste foi não poder apresentar mais tempo com aquela mãe. Isso é que é triste pra mim. No hospital, pensávamos que o significativo era brigar, e tínhamos a teoria de que cada vez que morria um nos salvábamos dois ou 3, era uma distração para o câncer. Pedi para a mãe daquela criança uma foto dela e levo pela carteira. Agora, eu acho que essa garota também habita em ti agora que tenho compartilhado. É o que eu fiz no Pulseiras vermelhas: os amigos que perdi estão lá. Quando comecei nada funcionava, todas as editoras me rejeitavam o

    Qual é o teu caos? Deixei de trabalhar oito meses pra procurar a minha caos. E eu decidi que o que eu adoro é de fazer as coisas entretanto não as faça bem. Tentei catorze instrumentos, nunca toquei nada bem, em oito meses.

    • Aventador LP700-4, o novo touro bravo de Lamborghini
    • 3 Tradição literária de Artur
    • Florianópolis, Floripa
    • Diz ser vegeta

    você de imediato ficou com alguém? Sim, com a tua trombeta, ainda que tenha só um pulmão só. Sou vento: os de vento dizemos tudo; os de corda adaptam-se; e os de percussão, pra mim, são voláteis. E outras disciplinas. Amor, sexo, morte e música deveriam ser disciplinas obrigatórias. E se em vez de tanta tv naquele tempo se dedicar a compreender um tanto de música? Pois tudo o que o mundo seria apaziguado, a música te leva muito longe, é quase como uma religião. Há um caos excelente e um desagradável ou por você todos são aceitáveis? Se eu não sei a uma pessoa, lhe digo: eu gosto a tua caos, mas longe.

    Ou você aparecia seu caos ou você acaba fazendo fração do caos de novas pessoas. E tem gente que diz com o livro: eu estou amando o meu caos. É tomar as coisas de outra forma. Cada um tem um caos que vai mudando.

    Algumas vezes a faculdade se mata este caos e, no término, trata-se de outra coisa, de te narrar e saber o que quer fazer na existência e fazê-lo. A individualidade dentro da comunidade é muito importante. Continuam disciplinas que não servem e que o que eles querem é padronizar. Se tivesse aula sobre sentimentos mudaria tudo. Amor, sexo, morte e música deveria ser a coluna vertebral da educação e de quem somos nós e no momento em que te fazes maior é o que ainda está citando.

    Marcações: